Smart Fit News
Smart Fit News » Nutrição » Sopa de lentilha com legumes

Sopa de lentilha com legumes

No frio é muito comum queremos comidas quentinhas, essa receita de sopa de lentilha pode consumir na dieta de emagrecimento e ainda te ajuda a ficar aquecido

Por: Redação07/06/2022Tempo de leitura: 4 mins

Conheça o app de nutrição da Smart Fit

Porque incluir a sopa de lentilha na dieta?

Sopa de lentilha com legumes

5 from 1 vote
Recipe by Caroline Course: almoço, jantarCuisine: sem culpaDifficulty: fácil
Porções

6

porções
Tempo de preparação

35

minutes
Tempo de cozimento

50

minutes
Calorias

84

kcal

Essa receita de sopa de lentilha pode consumir na dieta sem culpa e ainda te ajuda a ficar aquecido .

Ingredients

  • 1/2 xícara de chá de lentilha (deixar de molho por 3 horas)

  • 2 colheres de sopa de azeite

  • 1/2 unidade de cebola picada

  • 2 unidades de alho picado

  • 1 colher de chá de páprica doce ou defumada

  • 1/2 xícara de chá de pimentão picado

  • 1/2 xícara de chá de cenoura cortada em cubos

  • 1 xícara de chá de batata cortada em cubos

  • 1 xícara de chá de molho de tomate caseiro

  • 1 unidade de folha de louro

  • 1 xícara de chá de brócolis picado

  • Sal e pimenta á gosto

Directions

  • Em uma panela grande refogue a cebola e o alho no azeite. Coloque a páprica e mexa bem. Adicione a lentilha e mexa até os grãos começarem a ficar dourados
  • Coloque na sequência o pimentão, cenoura e a batata. Misture bem e entre com o molho de tomate, mexa e cubra com água.
  • Cozinhe por 15 minutos e por último coloque o brócolis e deixe por mais 15 minutos, acerte o sal e a pimenta e sirva

Recipe Video

As sopas são ótimas opções de refeições para ajudar no emagrecimento, são ricas em fibras, vitaminas e minerais, além de terem poucas calorias.

Essa receita serve como uma alternativa maravilhosa e saudável para se consumir agora nessa época mais fria. É contribui para melhora do trânsito intestinal e o bom funcionamento do organismo.

Contudo, é preciso tomar cuidado na quantidade. Já que essa receita se tem a batata e a lentilha, que são fontes de carboidratos complexos.

Os carboidratos são essenciais para o fornecimento de energia, mas quando em excesso podem ser estocados no nosso corpo como gordura.

A quantidade que você pode consumir, deve ser indicada por uma nutricionista de acordo com as suas necessidades. Aonde irá também depender do seu objetivo, biotipo e rotina.

Benefícios da lentilha

A lentilha é uma leguminosa do mesmo grupo dos feijões. É um alimento rico em vitaminas, minerais, proteínas e fibras.

Em 100g de lentilha cozida tem apenas 93 calorias e pode ser preparada sem adição de gorduras, se tornando uma ótima refeição para uma dieta de emagrecimento.

Aqui no Brasil, a lentilha mais comum, utilizada em sopas, saladas e hambúrgueres vegetarianos, é a lentilha castanha. Conhecida também como lentilha canadense, ela tem a casca marrom ou verde acinzentada.

O consumo da lentilha traz diversos benefícios para a saúde, já que são ricas em ferro, zinco, potássio, magnésio e fósforo. Que são minerais que atuam no sistema imune, na anemia, no controle da pressão arterial e na diminuição das arritmias cardíacas.

A sua alta quantidade de fibras melhora o trânsito intestinal e alivia a prisão de ventre e o inchaço da barriga.

Com uma digestão mais lenta da lentilha por conta das fibras, contribui para reter a glicose dos carboidratos e, com isso, estabilizar os níveis de açúcar no sangue.

A combinação de suas muitas vitaminas atuam na melhora do humor. Além disso, a lentilha também tem o aminoácido triptofano, que, aliado ao manganês, é precursor da serotonina, que é o hormônio da felicidade.

Para melhorar o aproveitamento dos nutrientes da lentilha e ajudar que seu corpo absorva todos eles, o ideal é realizar o remolho da lentilha.

O remolho é uma técnica utilizada antes do cozimento das leguminosas. O alimento é deixado de molho na água antes do preparo.

Este processo possibilita a redução dos fatores anti-nutricionais, famosos gases. Além de melhorar a maciez do grão, reduzindo o tempo de cozimento e realçando o sabor.

Benefícios do pimentão

O pimentão é um vegetal que pode ser encontrado em cinco cores: verde, amarelo, vermelho, roxo e laranja.

Rico em nutrientes, o pimentão é fonte de vitaminas com a A, C, vitaminas do complexo B e minerais, com propriedades antioxidantes que combatem os radicais livres e previnem o envelhecimento precoce.

É um alimento versátil e pode ser consumido cru, assado ou cozido, em diversos pratos quentes e saladas. Inclusive como tempero na confecção da páprica.

As cores e os benefícios irão depender dos estágios de maturação do pimentão.

Os verdes, por exemplo, são menos maduros, contém alta quantidade de vitamina E, carotenoides e betacaroteno, auxilia na prevenção de doenças como catarata e câncer de próstata, de pulmão, intestino e garganta.

Além disso, é fonte de vitaminas B, potássio, fósforo, magnésio e cálcio, ácidos graxos insaturados e flavonoides, com ação antioxidante.

Os amarelos contêm maior quantidade de vitamina C, quando comparado com os outros. Tem ainda ação descongestionante, anti bacteriana, e age na termogênese corporal.

Os vermelhos são ricos em licopeno, que atua na redução de problemas cardiovasculares. Além disso, é cheio de vitamina C e E, ácido ascórbico e betacaroteno. Pessoas com diabetes e psoríase devem comer essa versão.

O consumo dos pimentão é seguro, mas o verde pode ser indigesto para pessoas que sentem alguma irritação no intestino, podendo aumentar a inflamação ao consumi-los. 

Para gestantes os pimentões também não são tão indicados, pois podem mudar o gosto do leite materno.

Benefícios de utilizar tempero de ervas

Consumir o sal em excesso, faz mal para a saúde e isso todo mundo sabe. Mas também sabe que a ausência desse tempero pode deixar a comida muito sem graça e sem gosto.

Para resolver esse problema, uma boa dica é apostar em ervas e especiarias, que dão sabor especial aos alimentos e ainda deixam o prato mais nutritivo.

Em geral, a maioria das ervas e especiarias possuem propriedades antioxidantes e calmantes. Alguns melhoram taxas bioquímicas, como colesterol, triglicerídeos e até glicemia.

Utilizando de modo inteligente esses temperos, é possível ter muito mais sabor nas comidas e ainda ter diversos benefícios na saúde.

Importante dizer que para conservar os seus aromas e sabores, deve-se guardar todos os temperos em potes bem fechados em lugares secos e frescos.

Se já comprar em pacotinho, passe para o pote. E caso tenha comprado ervas frescas, guarde-as na parte baixa da geladeira em plástico para que durem mais.

Além disso, por serem adquiridas sem nenhum processo de industrialização, elas custam bem menos que temperos industrializados e podem ser cultivadas em casa em uma hortinha natural.

Também é uma boa saber que elas servem para dar mais sabor tanto a pratos salgados como doces.

Essa receita é ótima para quem é vegetariano e vegano.

Curiosidade

Vegetarianismo é uma dieta que exclui os produtos de origem animal. Mas, contudo, existem graus de exclusão.

Essa receita, não contém nenhum ingrediente de origem animal, se enquadra em uma dieta vegetariana estrita ou vegana.

Dica!

Já conhece o Smart Fit Nutri? Um aplicativo de nutrição pronto para te ajudar com a sua alimentação a qualquer momento.

O melhor de tudo isso é que o aplicativo pode ser usado mesmo por quem ainda não é aluno da Smart Fit, sendo possível fazer consulta nutricional e a medição de bioimpedância.

Baixe agora e agende uma consulta!

QUERO UM PLANO ALIMENTAR PERSONALIZADO

Siga a Smart no insta

Instagram @smartfit
Instagram @smartfit
Instagram @smartfit
Instagram @smartfit

Este site utiliza cookies para que você tenha a melhor experiência em nosso site. Consulte nossa política de privacidade.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close