Smart Fit News
Smart Fit News » Saúde » Bebidas que causam desidratação

Bebidas que causam desidratação

Não é porque é um líquido que vai te hidratar. Na verdade, alguns podem até ter o efeito oposto

Por: Larissa Serpa20/06/2022Tempo de leitura: 4 mins

Se contém água, vai me hidratar, certo? Não é bem assim. Apesar do componente líquido, algumas bebidas, na verdade, podem ter o efeito contrário do esperado.

Isso porque alguns ingredientes atuam como diuréticos, que são substâncias que aumentam a produção de urina, causando um efeito desidratante se a pessoa não tomar o cuidado de equilibrá-los com uma hidratação adequada de outras fontes.

Descubra os tipos de bebidas que se enquadram nessas categorias:

Bebidas Alcoólicas

O álcool é um desses ingredientes que agem como diurético. À medida que o corpo processa o álcool, ele estimula a produção de urina extra, para ajudar a remover o álcool e seus resíduos do corpo rapidamente.

Além disso, um estudo de 2018 observou que o álcool pode reduzir um composto chamado vasopressina no corpo. A vasopressina é um anti-diurético que ajuda o corpo a reter água. A redução da vasopressina pode impedir o organismo de reter o H2O que necessita, promovendo assim a desidratação.

Toda bebida alcoólica tem esse efeito?

Depende.

Geralmente, quanto maior o teor alcoólico de uma bebida, mais desidratante ela pode ser. Uma pesquisa de 2017 descobriu que o consumo moderado de bebidas alcoólicas com alto teor de álcool (como vinho e licor), causa um efeito diurético. Já, bebidas com menor teor alcoólico, como cerveja, não pareceram ter esse efeito – ou pelo menos não têm quando o consumo é moderado.

A cidra, que tem até 5% de teor alcoólico, também entra nessa categoria de menos desidratante. Isso significa que o corpo consegue tolerar uma ingestão moderada de cerveja ou cidra sem sofrer desidratação.

Bebidas com cafeína

Pesquisas de 2017 indicam que baixos níveis de ingestão de cafeína não causam desidratação. Os participantes que consumiram até 500 miligramas (mg) de cafeína diariamente não mostraram interrupções no equilíbrio de fluidos devido aos efeitos diuréticos.

Já níveis acima de 500 mg podem contribuir para a desidratação, estimulando o corpo a liberar mais líquido do que o normal – para ter uma ideia, o café geralmente tem cerca de 95 a 165 mg de cafeína por xícara.

Portanto, beber 2 a 3 xícaras de café por dia está liberado.

E o chá?

Embora o chá tenda a ter menos cafeína do que o café, o hábito do consumo de chá, que geralmente é maior que o de café, pode contribuir para atingir a quantidade mínima de cafeína que causa desidratação. Além disso, muitos chás também podem conter altos níveis de açúcar (outro diurético, como te contamos a seguir).

Bebidas açucaradas

Muito açúcar causa desidratação por causa do efeito osmose: com mais açúcar no corpo, as células expelem água de seu interior, para equilibrar a densidade entre o lado de dentro e de fora. 

Então, seu corpo pode pegar água emprestada de outras áreas para equilibrar o volume nas células. Isso causa um desequilíbrio no organismo.

Além disso, como com os outros ingredientes diuréticos, o corpo vai urinar mais para se livrar desse excesso de açúcar.

E o suco de frutas?

Quando consumidos sem adição de açúcares, eles não causam desidratação, mas exagerar neles (que são uma fonte de muito carboidrato) pode ter o mesmo efeito desidratante. O ideal, se você quer se refrescar com um suco, é apostar nos sucos de vegetais, que não têm essa riqueza de carboidratos.

Refrigerantes e energéticos

O refrigerante geralmente contém cafeína e grandes quantidades de açúcares, dois ingredientes diuréticos. 

O mesmo vale para bebidas energéticas que, além de bastante cafeína e açúcar, ainda contém diversos outros ingredientes químicos adicionados que estimulam os rins e atuam como diuréticos.

Mas e a sensação de refrescância que eu sinto quando tomo um refri gelado? 

O consumo de um refrigerante frio parece refrescante mas não é uma realidade. 

Uma pesquisa descobriu que a sensação de uma bebida gelada e gaseificada faz as pessoas pensarem que a bebida sacia melhor a sede, o que, além de não hidratar de verdade, pode levar a pessoa a beber menos líquido adicional.

Então, pode tomar seu refrigerante de vez em quando, se está com vontade, mas sempre acompanhe com um copo de água.

Como se manter hidratado?

A hidratação correta é essencial para um bom desempenho do organismo. Mas não adianta passar o dia sem beber nada e “compensar” tomando 2 litros de água de noite, já que o corpo não consegue processar tudo de uma vez.

“Beba água em pequenas quantidades e regularmente ao longo do dia. A quantidade recomendada é de 35 ml por kg de peso”, explica Fúlvia Hazarabedian, nutricionista e head do Bio Nutri, app de nutrição do grupo Smart Fit.

Ou seja, se você tem cerca de 70 kg, o ideal é tomar 2,45 L (70×35) de água divididos em pequenas quantidades ao longo do dia.

E a água com gás?

Boa notícia para quem é fã desse tipo de bebida: a água com gás hidrata tanto quanto a água normal, como mostram estudos

No entanto, você deve escolher água com gás sem adição de açúcar ou outros adoçantes.

Leia também

Saiba mais sobre o Smart Fit Nutri

Siga a Smart no insta

Instagram @smartfit
Instagram @smartfit
Instagram @smartfit
Instagram @smartfit

Este site utiliza cookies para que você tenha a melhor experiência em nosso site. Consulte nossa política de privacidade.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close