Smart Fit News
Smart Fit News » Saúde » Doação de sangue e atividade física: o que fazer e o que evitar

Doação de sangue e atividade física: o que fazer e o que evitar

Como doar e treinar, quem pode ser doador e quais são os impedimentos para a doação – spoiler: exercício físico não é um deles

Por: Maria Cecília Arra23/11/2015

doação de sangue e exercício

A doação de sangue é um gesto simples mas que pode salvar vidas, não apenas de pessoas que se submetem a procedimentos e intervenções médicas, como também de pacientes com doenças crônicas graves. Infelizmente, de acordo com a Fundação Pró-Sangue Hemocentro de São Paulo, apenas 1,9% da população doa sangue anualmente no país. Por isso, conversamos com especialistas para resumir aqui o que você precisa saber para ser um doador frequente. Será que doação de sangue e atividade física combinam?

Doação de sangue e atividade física no mesmo dia: pode ou não?

Não abre mão do seu treino e quer doar sangue? Fique tranquilo, você até pode praticar exercício físico antes de doar sangue. O ideal, porém, é não exagerar. “Durante o exercício físico intenso, você eleva sua temperatura corporal, desidrata e, por consequência, acaba reduzindo seu volume sanguíneo. Isso aumenta as chances de você se sentir mal depois de doar”, alerta Luciana Sampaio, hematologista da Fundação Pró-Sangue, de São Paulo.

Após a doação, a orientação é de aguardar, pelo menos, 12 horas para praticar atividade física. O motivo é parecido: coletar sangue aciona um alerta no organismo – afinal, em pouco tempo, você perde nutrientes e oxigênio. Será necessário repor a quantidade faltante e gastar energia nesse processo. “Com atividades extenuantes, o sangue é desviado para a musculatura e você pode sentir fadiga”, completa Luciana Sampaio. Sem contar que levantar peso depois de uma punção (quando há a introdução da agulha em uma veia) pode gerar um belo hematoma.

Na dúvida, escute seu corpo. A autopercepção é determinante para você sentir se está apto ou não para voltar aos treinos depois de doar sangue. Se não estiver em condições, repouse. O importante é ter em mente que doar sangue e fazer exercícios físicos não são excludentes – ajuste sua agenda e programe-se para fazer os dois.

Quer ler mais conteúdos como este?

10 exercícios para aliviar a dor nas costas
7 dicas para melhorar o resultado do treino
Preciso treinar todo dia para ter resultado?

Doação de sangue e atividade físca: como fazer?

Agora que você já sabe que a atividade física não é um impeditivo para a doação de sangue, veja quem pode doar, como funciona o processo, onde ir e como se preparar para doar.

doação de sangue e atividade física
Foto: Shutterstock

Quem pode doar sangue?

Pela legislação brasileira, podem doar sangue pessoas em boas condições de saúde, com mais de 50 kg e com idade entre 16 e 69 anos. Quem tem menos de 16 anos precisa apresentar documentos e formulários de autorização, que estão disponíveis nos sites das instituições de coleta. Idosos entre 60 e 69 anos só estarão habilitados caso tenham passado pelo procedimento ao menos uma vez antes de completar 60. Quem trata doença crônica com medicamentos de uso contínuo deve procurar as unidades para checar se atende aos requisitos necessários para a doação.

Existe uma lista de situações que impedem a doação temporariamente e, nessas circunstâncias, você terá de adiar a doação. Para pessoas com quadros recentes de gripe ou diarreia, por exemplo, recomenda-se aguardar sete dias após o desaparecimento dos sintomas; mulheres grávidas ou amamentando devem esperar 12 meses; tatuagem ou piercing com menos de um ano também são impeditivos temporários. 

Não podem doar sangue definitivamente: pessoas que tenham passado por um quadro de hepatite após os 11 anos de idade; com algumas doenças transmissíveis pelo sangue, como hepatites B e C, AIDS e doença de chagas e enfermidades como malária.  

Visite o site do Ministério da Saúde para acessar a lista completa de impedimentos temporários e definitivos na doação de sangue.

Cuidados no dia da doação

Além da idade e do peso requeridos, é essencial ter tido uma boa noite de sono, com pelo menos 6 horas de descanso. Vale ressaltar também que doar sangue não é como fazer exame de rotina – jejum nem pensar! É o que explica Anne Ferreira, gerente do Ciclo do Doador da Fundação Hemocentro de Brasília (DF): “Ao doar sangue, perdemos líquido e células, por isso, fisiologicamente falando, precisamos estar preparados. Dormir pouco, estar mal alimentado ou hidratado pode complicar a reação natural do corpo à doação”. 

Mais alguns cuidados para o dia da doação:

  • Esteja descansado. Isso inclui pegar leve na atividade física;
  • Alimente-se bem, evitando comidas gordurosas. A gordura prejudica a testagem do sangue, procedimento fundamental para garantir a qualidade do material coletado;
  • Tome água. Você vai precisar para uma recuperação rápida depois da doação e 
  • Nada de bebidas alcoólicas (até 12 horas antes da doação) e cigarro (até duas horas antes), certo?

Passo a passo no centro de coleta

O procedimento para a doação de sangue é bastante simples. Primeiro, o potencial doador passa por uma identificação pessoal (lembre de levar um documento original com foto!). Depois, é realizado um teste de anemia, com uma gotinha de sangue extraída de um dedo da mão – pessoas com anemia não podem doar. Então, verifica-se o batimento cardíaco, a pressão arterial e a temperatura corporal. 

Em seguida, há uma triagem clínica, na qual o candidato fornece dados sobre saúde, alimentação, histórico de doenças e uso de medicação. Essa entrevista é confidencial e tem o objetivo de avaliar se a doação pode trazer riscos para ele ou para o receptor do sangue. A sinceridade nas respostas é imprescindível. “Perguntamos sobre a vida sexual do doador justamente para avaliar o risco dessa pessoa estar infectada com uma doença potencialmente transmissível pelo sangue. Também examinamos o sangue coletado para garantir a segurança do material que será transfundido”, diz Anne Ferreira. 

A coleta é rápida: em menos de 15 minutos, 450 ml de sangue vão para a bolsa de uso único e estéril, sem nenhum risco para o doador. O sangue é testado e segue a jornada para salvar vidas.

Está pronto para doar sangue? Então, Acesse a lista do Ministério da Saúde para procurar o Hemocentro mais perto de você.

Siga a Smart no insta

São vários os benefícios do treino, mas aqui separamos 4 pra você começar hoje a treinar na Smart e levar uma vida muito mais saudável 💪 Se liga só!
Ei, você! Arrasta o sofá e chama a família inteira para dançar!

Smart Fit Class
por videochamada
Especial Semana das Crianças

Com Vini Mello, instrutor Pro FitDance, e participação dos professores Vivi e Eric, da Smart Fit

>> Quinta-feira, 14/10
>> Às 18h30

Bora aprender e se divertir com passinhos e música?

Para participar:
1. Acesse www.smartfit.com.br/reservas;
2. Busque pela unidade: Digital;
3. Escolha a aula das 18h30;
4. Fique de olho: 15 minutos antes da aula você recebe o link para a plataforma Zoom no seu e-mail.
Bora aproveitar a última chance! O primeiro mês dos planos Smart e Black por apenas R$ 9,90 😱 Calma que ainda tá rolando, mas até hoje. Acesse nosso site e vem com a gente!
Se movimentar é para todas as idades 🥰 Olha só essas dicas de exercícios para fazer com as crianças e garantir diversão pra família toda! Curtiu? Acesse nossos stories para fazer o download do conteúdo completo!