Smart Fit News
Smart Fit News » Nutrição » Curau de milho fit

Curau de milho fit

Aprenda essa receita de curau fitness! Uma versão mais saudável em relação a receita original, para não prejudicar sua dieta e matar aquela vontade de doce.

Por: Redação21/06/2022Tempo de leitura: 4 mins

Conheça o app de nutrição da Smart Fit

Como incluir o curau na dieta?

Curau Fitness

5 from 1 vote
Recipe by Caroline Course: Sobremesa, Pós-treinoCuisine: Sem culpaDifficulty: Fácil
Porções

5

porções
Tempo de preparação

20

minutes
Tempo de cozimento

40

minutes
Calorias

140

kcal

Esse curau fitness por ser uma versão mais saudável da versão original, é perfeito para não prejudicar sua dieta e ajudar a matar aquela vontade de doce.

Ingredients

  • 1 unidade de lata de milho em conserva para a o curau

  • ½ xícara de chá de leite desnatado

  • 1 unidade de garrafinha de leite de coco

  • ½ xícara de chá de açúcar demerara ou adoçante culinário

  • 1 colher de chá de óleo de coco

  • Canela em pó a gosto

Directions

  • Em um liquidificador ou mixer bata o milho, o leite desnatado e o leite de coco.
  • Em uma panela adicione o óleo de coco, despeje a mistura de milho e acrescente o açúcar. Misture em fogo baixo até engrossar.
  • Transfira para um recipiente e salpique canela a gosto.

Recipe Video

A receita de curau fitness é uma ótima opção para consumir nessa temporada de festa junina e inverno!

É uma versão mais saudável quando comparada a receita original, não vai prejudicar sua dieta e ainda auxilia a matar aquela vontade de doce que costuma estar aumentada no inverno.

E se você está com os treinos em dia, anota essa dica: pode ser uma ótima opção de pós-treino por conter carboidratos e proteínas que irão repor o glicogênio – que é nossa reserva energética – e ajudar no crescimento dos músculos.

O milho é um cereal rico em antioxidantes e fibras. Nosso corpo não possui capacidade de digerir as fibras e por isso auxilia no bom funcionamento do intestino.

O principal ingrediente do Curau: milho e seus benefícios

Por ter alta quantidade de fibras, vai trazer maior saciedade e auxiliar no emagrecimento. Além disso, a fibra ajuda na redução do colesterol, pois diminui a absorção das gorduras que podem estar presentes nos alimentos.

É um alimento rico em carotenoides, o que dá a sua cor amarelada e é percursor da vitamina A. Essa vitamina ajuda a aumentar a proteção do organismo e fortalece nosso sistema imunológico, assim, evitando gripes e resfriados.

Além disso, o milho não contém glúten. Assim, pode ser consumido por quem tem doença celíaca — que é uma intolerância permanente ao glúten.

A farinha de milho inclusive, pode substituir a farinha branca em preparações como pães, bolos e biscoitos.

Por ser versátil, o milho pode estar presente em diversos pratos como o curau, a pamonha e a canjica que são marcas da culinária brasileira.

coco é um fruto que pode ser consumido de muitas formas, desde a sua polpa, a água, o leite, o óleo e a farinha.

Benefícios do coco

Seu valor nutritivo vai depender se a fruta está madura ou verde, ou da sua forma de consumo, que apresenta de maneira geral excelente teor de sais minerais.

Possui vitaminas do complexo B e vitamina C, sendo muito indicado para combater os danos causados pelos radicais livres, graças ao seu efeito antioxidante.

A polpa do coco maduro é muito rica em fibras e gorduras boas, que ajudam a prolongar a sensação de saciedade depois de uma refeição.

Consumir o coco pode ser benéfico até para o sistema imunológico, pois contém substâncias que combatem vírus, fungos e bactérias, além de ser um ótimo anti-inflamatório.

O óleo de coco ficou famoso nos últimos anos por ser uma gordura considerada saudável.

O mito do óleo de coco

Mas entende-se que o consumo do óleo de coco ainda é um assunto polêmico e há muitas dúvidas sobre os nutrientes e as vantagens do seu uso para o organismo.

Vale dizer, que o óleo de coco continua sendo uma gordura que precisa ser consumida de forma moderada.

Não é recomendável utilizá-lo somente ele na dieta como fonte de gordura, já que não é um alimento milagroso.

Ele é um óleo bem versátil e pode ser usado tanto em receitas culinárias quanto como um item de beleza para hidratar a pele e os cabelos.

Além disso, ele pode ser utilizado para fritar ou refogar alimentos, temperar saladas e até mesmo ser ingrediente nas preparações de doces ou salgados.

O leite é um produto da vaca, rico em proteínas e em cálcio, tem benefícios na prevenção da osteoporose e perda da massa muscular.

Benefícios do leite

Podemos encontrar em três versões: integral, desnatado e semidesnatado.

O leite integral contém as vitaminas A, E, K e D, que estão presentes na gordura do leite.

Entretanto, como o leite desnatado não tem grande quantidade de gordura, perde esses nutrientes.

Consumir regularmente o leite, traz benefícios como a prevenção da osteoporose, por ser rico em cálcio e conter vitamina D, além de ajudar no crescimento dos músculos, pois é rico em proteínas.

Essa bebida também pode melhorar a flora intestinal, por conter nutrientes que são consumidos pelas bactérias benéficas do intestino.

Recentemente na internet foi muito falado que o consumo do leite traz um efeito inflamatório para o nosso organismo.

O mito do leite ser inflamatório

Por outro lado, por mais que o ambiente online esteja cheio de opiniões sobre evitar o consumo de produtos lácteos, estudos comprovaram que essa afirmação não é justificável.

Nenhum estudo mostrou que o consumo de alimentos lácteos ou proteínas do leite aumenta a inflamação como se acreditava anteriormente.

Alguns dos estudos relatam que a ingestão de lacticínios resulta na redução da inflamação, sendo seguro o seu consumo.

O leite pode sim, ser inflamatório, mas apenas para algumas pessoas. Geralmente pessoas que tenham alguma disbiose intestinal (desequilíbrio da flora intestinal).

Dessa forma, podem desenvolver uma sensibilidade à caseína, proteína presente no leite que muitas vezes causa essa sensibilidade e inflamação.

Outras pessoas podem possuir alergia às proteínas presentes no leite de vaca, e nesses casos, a ingestão desses componentes desencadeiam uma resposta alérgica e processo inflamatório.

Restringir o consumo de leite também é recomendável para pessoas que possuem doenças que afetam o intestino.

Como Doença de Crohn (que é uma condição intestinal inflamatória e crônica que afeta o revestimento do trato digestivo), enfermidades inflamatórias, úlcera e gastrite.

A bebida estimula a produção de suco gástrico, o que pode piorar o quadro dessas doenças, entre outros problemas já existentes que possam ser agravados com o consumo da bebida.

Vale lembrar que qualquer restrição ou exclusão alimentar só deve ser feita para casos específicos como esses e sob recomendação de um nutricionista ou médico.

Eai pessoal, gostaram do conteúdo? Deixe nos comentários!

Veja mais:

QUERO UM PLANO ALIMENTAR PERSONALIZADO

Siga a Smart no insta

Instagram @smartfit
Instagram @smartfit
Instagram @smartfit
Instagram @smartfit

Este site utiliza cookies para que você tenha a melhor experiência em nosso site. Consulte nossa política de privacidade.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close