Smart Fit News
Smart Fit News » Saúde » Obesidade aumenta risco de morte por COVID-19, afirma pesquisa

Obesidade aumenta risco de morte por COVID-19, afirma pesquisa

Pesquisa analisou dados de mais de 5.600 casos na Califórnia, nos Estados Unidos

Por: Thieny Molthini13/08/2020Tempo de leitura: 2 mins

Obesidade aumenta risco de morte por COVID

Segundo pesquisa publicada na quarta-feira (12), na revista “Annals of Internal Medicine”, a obesidade aumenta em até 4 vezes o risco de morte por COVID-19 entre homens e pessoas com menos de 60 anos. O estudo foi realizado na Califórnia, nos Estados Unidos.

“Encontramos uma forte associação entre Índice de Massa Corporal (IMC) e o risco de morte em pacientes com COVID-19. Essa ligação ocorreu apesar de outras comorbidades relacionadas à obesidade e demais fatores que possam causar qualquer confusão dos resultados”, escreveram os autores do estudo

Para essa pesquisa, foram analisados dados de 5.652 pacientes diagnosticados com novo coronavírus entre fevereiro e maio deste ano. Dados de mulheres que estavam grávidas durante o diagnóstico não fizeram parte da análise.

Obesidade aumenta risco de morte por COVID

Já em maio deste ano, dados do Ministério da Saúde sobre a disseminação da COVID-19 no Brasil mostravam que a obesidade estava mais presente nos óbitos de jovens que os de idosos. À época, o Ministério relacionou esses casos ao fato da obesidade estar diretamente ligada a diversas condições crônicas, como diabetes e hipertensão, que, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), podem levar a versões mais graves da COVID-19. 

O que é obesidade?

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a obesidade é uma condição de caráter multifatorial que favorece o acúmulo de gordura. Esse acúmulo, por sua vez, está associado a riscos para a saúde devido à sua relação com complicações metabólicas. Entre as condições associadas estão o aumento da pressão arterial, o aumento dos níveis de colesterol e triglicerídeos sanguíneos e a resistência à insulina.

Casos de obesidade no Brasil

Dados da Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) mostraram que, em 2018, o excesso de peso já atingia 55,7% da população adulta do Brasil, e a obesidade 19,8%.

Siga a Smart no insta

Instagram @smartfit
Instagram @smartfit
Instagram @smartfit
Instagram @smartfit

Este site utiliza cookies para que você tenha a melhor experiência em nosso site. Consulte nossa política de privacidade.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close