Smart Fit News
Smart Fit News » Nutrição » Risoto de couve-flor fitness

Risoto de couve-flor fitness

Essa receita de risoto pode ser consumida tanto no almoço como no jantar por ser leve e conter baixas calorias, é uma ótima quando estamos sentindo mais fome.

Por: Redação31/05/2022Tempo de leitura: 4 mins

Conheça o app de nutrição da Smart Fit

Historia do risoto

Risoto de couve-flor

5 from 1 vote
Recipe by Caroline Course: almoço, jantarCuisine: Low Carb, Reeducação AlimentarDifficulty: Fácil
Porções

2

porções
Tempo de preparação

20

minutes
Tempo de cozimento

1

hour 
Calorias

171

kcal

Sei que fazer dieta ás vezes é tedioso, e nós aqui do Smart Fit Nutri não queremos que você fique achando que seguir dieta é chato, por isso, separei essa receita de risoto fitness.
Quando fizer, me conte aqui nos comentários o que achou.

Ingredients

  • 1 unidade média de couve-flor média

  • 2 dentes de alho

  • 1 unidade pequena de cebola picada

  • 1 colher de sopa de azeite

  • 2 colheres de chá de cúrcuma

  • 1/2 xícara de chá água quente

  • 3/4 xicara de chá de queijo cottage

  • 2 colheres de sopa semente de abóbora

  • folha de sálvia á gosto

  • parmesão ralado á gosto

Directions

  • Lave e seque bem a couve-flor. Rale usando um ralador de queijo ou processador de alimentos no modo pulsar até ficar bem triturado. Cuidado para não virar um purê.
  • Em uma panela, aqueça o azeite de oliva e refogue a cebola e o alho. Adicione a couve flor e mexa bem.
  • Adicione a água quente, a cúrcuma e o queijo cottage. Tempere com sal, pimenta e as folhas de sálvia. Cozinhe em fogo médio, desligue quando estiver cremoso
  • Sirva com o queijo parmesão e as sementes de abóbora.

Recipe Video

De origem italiana, a palavra risotto significa, literalmente, “pequeno arroz” ou “arrozinho”. Assim como a maior parte dos pratos que surgiram há muito tempo, existem várias histórias e lendas sobre sua origem.

Historiadores dizem que o prato teria surgido na região da Lombardia, norte da Itália, no século XI, no sul do país, na Sicília.

A receita mais famosa teria surgido apenas no século XVI, em Milão, pelo mestre Valério de Fiandra, responsável pelos vitrais da catedral de Milão.

Dizem que por ciúmes, Valério colocou açafrão — corante muito utilizado em suas obras de arte — no risoto durante os preparativos do casamento.

Esse ato acabou tendo grande aceitação pelos convidados e naquele momento nasceu, o Risotto alla Milanese.

O risoto aqui no Brasil apareceu pela imigração dos italianos, em meados do século XIX e, aqui, ele ganhou novas variações.

Como nós brasileiros somos extremamente criativos foi aliado com os itens típicos de cada região do Brasil, e ai prato foi ganhando ingredientes próprios como carnes, camarões, frango, queijos, legumes entre outros.

Essa receita possui poucas calorias e pode ser consumida tanto no almoço, como no jantar se você deseja uma refeição mais leve.

Como incluir o risoto na sua dieta

Além de conter poucas calorias, a couve-flor apresenta fibras insolúveis que ajudam na melhora do trânsito intestinal e aumenta a sua saciedade, te deixando com menos fome por mais tempo.

Uma forma de complementar essa refeição é adicionando uma fonte de proteína magra, por exemplo, frango, tofu ou peixe.

Isso irá ajudar a ter um aporte maior de nutrientes para uma alimentação completa e também te auxiliar ainda mais na saciedade.

A realização de uma consulta com uma nutricionista é muito importante para as orientações e ajustes necessários. Ela indicará a melhor forma de consumir essa receita, seja em sua quantidade, ou melhor, horário de consumir na rotina.

Benefícios da couve-flor contida no risoto

A couve-flor é um vegetal da família das crucíferas, a mesma do brócolis.

Possui uma grande quantidade de nutrientes , como vitamina C, K, B5, B6, folato (B9) e manganês, além de substâncias antioxidantes e outros fitoquímicos.

Ela possui uma versatilidade no consumo, você pode consumir em saladas, preparações culinárias e até em purê.

Na hora de escolher a sua couve-flor, prefira as que estejam firmes, sem manchas ou qualquer tom amarelado.

A melhor forma de guardar o vegetal é inteiro com o caule para baixo na geladeira, onde permita ventilação para não acumular água, assim terá cinco dias de durabilidade.

Lembrando que, antes do consumo, ela deve ser devidamente higienizada para evitar qualquer risco à saúde.

Por possuir poucas calorias é uma ótima opção para consumir na sua dieta, em 100 gramas de couve-flor cozida, se tem apenas 19 calorias. Além de ser rica em fibras que ajuda na saciedade e controla o peso.

É fonte de antioxidantes, que protege o corpo dos radicais livres e contribuem na redução das inflamações no corpo.

A vitamina C presente nela, melhora a imunidade e tem efeitos anti-inflamatórios.

As vitaminas do complexo B e K, que são responsáveis por melhorar as funções cognitivas.

A couve-flor é considerada um alimento seguro. Mas tem um efeito laxante suave, quando consumida em excesso pode causar diarreia e gases.

Outro cuidado, é referente a quem usa medicamentos como anticoagulantes. Porque a vitamina K, presente na hortaliça, ajuda a coagular o sangue.

Benefícios da cúrcuma

A cúrcuma (ou açafrão-da-terra) é um pó laranja vendido em saquinhos ou o granel nos supermercados e feiras, com preço geralmente acessível.

É muito usada para temperar carnes, legumes e até em preparações culinárias.

Outra forma de consumo é forma de shot, que geralmente é consumido com a mistura de limão ou até mel.

O shot de cúrcuma é uma bebida consumida, com o intuito de melhorar a digestão, imunidade e ser um anti-inflamatório natural.

A cúrcuma tem um grande potencial antioxidante, podendo ser usada como remédio natural para melhorar problemas gastrointestinais, febre, tratar resfriados e, até, reduzir o colesterol alto.

É indicada para problemas como resfriados, sinusites, infecções bacterianas, alterações no fígado, diabetes, lesões e anorexia.

A cúrcuma é um produto que apresenta baixa toxicidade, não causando danos quando utilizada em doses de até 10 g/dia.

Mas os efeitos colaterais da cúrcuma estão relacionados com sua utilização excessiva, podendo causar irritação no estômago e enjoo.

Deve ser evitada por pessoas que estejam tomando remédios anticoagulantes e com obstrução das vias biliares devido a pedras na vesícula. Grávidas ou lactantes, só deve ser consumida sob orientação médica.

Curiosidade

Essa receita é uma ótima opção para quem é vegetariano.

Vegetarianismo é uma dieta que exclui os produtos de origem animal. Mas contudo, existe graus de exclusão.

Essa receita se enquadra como ovolactovegetariano, já que se tem o leite presente no queijo, sendo um alimento de origem animal.

Dica!

Já conhece o Smart Fit Nutri? Um aplicativo de nutrição pronto para te ajudar com a sua alimentação a qualquer momento.

O melhor de tudo isso é que o aplicativo pode ser usado mesmo por quem ainda não é aluno da Smart Fit, sendo possível fazer consulta nutricional e a medição de bioimpedância.

Baixe agora e agende uma consulta!

QUERO EMAGRECER

Siga a Smart no insta

Instagram @smartfit
Instagram @smartfit
Instagram @smartfit
Instagram @smartfit