Smart Fit News
Academia Fitness Nutrição Saúde
Smartfit News » Academia » Projeto Vidançar, patrocinado pela Smart Fit, ensina ballet no Complexo do Alemão

Projeto Vidançar, patrocinado pela Smart Fit, ensina ballet no Complexo do Alemão

Crianças recebem suporte para aprender a dança e participam de audições em escolas renomadas

Por: Redação10/06/2021

Vidançar, projeto no Complexo do Alemão

A Smart Fit apoia, patrocina e compartilha ações sociais que transformam a realidade de pessoas pelo Brasil. E a gente adora contar histórias como a do Projeto Vidançar, que, há mais de 10 anos, ensina ballet clássico para crianças no Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro – e, agora, também conta com o incentivo da Smart.

O projeto

O Vidançar é uma rede de voluntários que viabiliza o ensino de ballet clássico para crianças que nunca tiveram oportunidade de pagar por uma escola de dança.

A iniciativa tomou forma em 2010, com uma turma de 14 meninas, todas moradoras da comunidade do Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro. Deu tão certo que cresceu: “Nos tornamos a ponte entre essas crianças e instituições renomadas do país”, conta Ellen Serra, idealizadora do projeto. “Batalhamos para que nossos alunos possam participar de audições e, quem sabe, ter a formação profissional no ballet”.

Foi o que aconteceu, por exemplo, com o ex-aluno Luis Fernando Rego: depois de ser descoberto pelo Vidançar e de se formar no Bolshoi de Joinville (SC), ele foi contratado pela Tivoli Ballet Skole, uma companhia dinamarquesa. Além dele, outros bailarinos promissores do projeto já integram elencos de prestígio – inclua nessa lista o da Escola Estadual de Dança Maria Olenewa (ligada ao núcleo de formação do Theatro Municipal do Rio de Janeiro), o da Escola de Dança Deborah Colker (aclamada coreógrafa brasileira), entre outros.

Smart + Vidançar

O patrocínio da Smart Fit mantém o Vidançar em atividade e garante que as aulas de ballet cheguem a mais crianças. “Damos aula de ballet clássico para turmas presenciais na Bahia, em São Paulo e no Rio, e via zoom para todo o Brasil. Temos até uma professora dos Estados Unidos que aplica o método Balanchine, um estilo de ballet americano”, diz Ellen. Para que os pequenos consigam acompanhar, o projeto se preocupa em fornecer curso de inglês, além de suporte para as famílias, com doações. “O incentivo de uma empresa tão bacana quanto a Smart Fit nos ampara. O ballet clássico requer investimento – sapatilha, uniforme, deslocamento – com o qual, na maioria das vezes, os pais não conseguem arcar”.

Para saber mais, siga o @projetovidancar no Instagram.

Continue por aqui 🙂