Smart Fit News
Smart Fit News » Fitness » Técnica de execução de exercícios: como treinar do jeito certo

Técnica de execução de exercícios: como treinar do jeito certo

Tiramos suas dúvidas com os experts da Smart Fit

Por: Redação24/08/2021

Técnica de execução

Na hora de se movimentar, é preciso ficar de olho na técnica de execução dos exercícios que estão no seu treino. Isso mesmo! Para evitar complicações, é preciso colocar o corpo em movimento da maneira correta e com a orientação de um profissional.

Afinal, todos os exercícios são iguais?

Por mais que o objetivo, no final das contas, seja colocar o seu corpo em movimento, cada tipo de exercício possui a sua peculiaridade. Além de outros pontos, o que muda de um para o outro é a chamada técnica de execução dos exercícios. Esta técnica varia de modalidade para modalidade, mas, na hora de se exercitar, independentemente de qual atividade for, todo cuidado é necessário, viu? É fundamental ficar de olho em algumas orientações que são comuns a todos os exercícios e evitar qualquer tipo de problema.  

Abaixo listamos algumas orientações para uma boa prática: 

– Respeitar a velocidade de execução;

– Trabalhar com boas amplitudes de movimento;

– Sempre fazer os ajustes e regulagens do equipamento de acordo com as características individuais.

Como posso saber se estou fazendo de forma correta os exercícios?

Não tem jeito, aqui é preciso entender que cada caso é um caso e nada melhor do que um profissional adequado para te orientar. Como comenta o Gerente do Depto. Técnico da Bio Ritmo, Guilherme Leme, “não é possível estabelecer um parâmetro geral que sirva para qualquer pessoa e que sirva para todos os exercícios”. Na hora de colocar o corpo em movimento, é muito importante consultar um professor/treinador para avaliar a sua execução de cada um dos tipos de exercícios. 

Posso fazer qualquer tipo de exercício se souber a técnica de execução dele?

Ainda que se conheça a técnica, é fundamental que o nível de complexidade do exercício seja respeitado e encaixado ao seu nível de aptidão. Guilherme acrescenta que “existem exercícios de baixa complexidade e alta complexidade técnica, que fazem com que o professor/treinador busque os melhores para cada pessoa e para o nível de aptidão em que ela se encontra”. Ninguém aqui está buscando se machucar ou problemas piores, certo? 

Siga a Smart no insta

Instagram @smartfit
Instagram @smartfit
Instagram @smartfit
Instagram @smartfit